Sou a falta


Sou um erro hereditário 
Formado pelas anomalias cromossômicas 
Do desencontrar dos pares de genes 
Revestido pelo couro humano animalesco 
 

Sou a falta de comunicação 
Dos neurônios associativos 
As descargas elétricas excessivas 
Os constantes transtornos convulsivos 
 

Sou a plena dicotomia 
A escrita esquerda do destro 
O apoio direito do canhoto 
Da cor sem gosto dos cegos 
 

Sou o dissabor da gripe 
A fumaça densa na escuridão 
O afastar dos animais acuados 
O frio fúnebre da solidão 
 

Sou a ilusão das sombras 
Dos barulhos abstratos noturnos 
Sou a cruz banhada pelo luar 
O mais pesado dos adornos 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: